Engenharia Genética ............................... este blog foi avaliado com 20 valores

segunda-feira, julho 24, 2006

Descoberto código que organiza o DNA dentro da célula


Muitas doenças, incluindo o cancro, costumam ser acompanhadas - ou causadas - por mutações no DNA
.
A molécula de DNA, que carrega a informação genética, fica no núcleo da célula, comprimida em pequenas esferas chamadas nucleossomas, que por sua vez se organizam nos cromossomas. A posição dos nucleossomas é importante, já que o formato dos blocos acaba impedindo o acesso de certas proteínas a trechos do código genético, interferindo na própria replicação de partes do DNA. Agora, uma equipa de cientistas, encabeçada por Eran Segal, conseguiu quebrar o código genético que determina onde os nucleossomas ficarão localizados ao longo da sequência do DNA.
.
Durante anos, cientistas debateram se a localização dos nucleossomas nas células vivas seria controlado pela própria sequência genética. Segal e seus colegas determinaram que o DNA realmente codifica uma "lei de zoneamento" dos nucleossomas. O trabalho será publicado na edição desta quinta-feira da revista Nature.
.
Os pesquisadores conseguiram isso ao examinar cerca de 200 locais de nucleossosmas e perguntar se as sequências teriam algo em comum. Análises matemáticas revelaram semelhanças entre os trechos de DNA amarrados nos nucleossomas e, por fim, uma "palavra-chave" dentro do DNA que ajuda o segmento a se dobrar no formato esférico do nucleossoma.
.
Muitas doenças, incluindo o cancro, costumam ser acompanhadas - ou causadas - por mutações no DNA e na forma como ele se organiza nos cromossomas. Esses processos podem ser influenciados pela acessibilidade de trechos do código genético a certas proteínas, e a descoberta do sistema de formação dos nucleossomas poderá ajudar em pesquisas médicas futuras.

quinta-feira, julho 13, 2006

Descoberta genética pode ajudar em problemas do sono

Um gene que afeta o relógio interno do corpo não funciona do modo como se pensava inicialmente, informam pesquisadores
.
Uma pista recém-descoberta sobre o funcionamento de uma proteína indica o caminho para tratamentos mais eficientes para doenças relacionadas ao sono. Um gene que afeta o relógio interno do corpo não funciona do modo como se pensava inicialmente, informam pesquisadores na edição online do periódico Proceedings of the National Academy of Sciences.
.
Cientistas imaginavam que uma mutação do gene CK1, conhecida como mutação tau, atrasava a atividade do gene, o que permitia que o relógio biológico corresse mais depressa. Mas agora pesquisadores informam que a mutação acelera o relógio do corpo estimulando o gene, e não reprimindo sua atividade.
.
"A chave para desenvolver tratamentos para problemas como depressão e insônia - ligados ao ritmo circadiano - é prever como o relógio biológico pode ser controlado", diz nota do médico David Virshup, do Instituto de Câncer Huntsman, da Universidade de Utah. O ritmo circadiano é o ciclo de atividade do corpo humano, tal como definido pelos períodos de sono e vigília.
.
Uma proteína chamada PER ajuda a acertar o relógio biológico, e os pesquisadores estudaram como a PER se degrada dentro das células. A teoria anterior previa que a mutação tau levaria a PER a se acumular rapidamente. Quando testaram a idéia em células de ratos, porém, o ritmo circadiano acelerou enquanto o gene CK1 se tornava mais ativo, e a PER desaparecia mais depressa que o normal.